logonova_preto.png

TUDO VEM DO MESMO LUGAR

IMG_0778_moldura.jpg
IMG_0772_moldura.jpg
IMG_0781_moldura.jpg

TUDO VEM DO MESMO LUGAR | SÉM TÍTULO, 2022

Costura sobre feltro e papel de arroz e fotografia fine art 
em moldura caixa de madeira cedro

30x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$2.300 | dupla: R$4.200 | trio: 6.700

IMG_1247.JPG
IMG_1267.JPG
IMG_1264.JPG

TUDO VEM DO MESMO LUGAR | SEM TÍTULO, 2022

Costura sobre feltro e papel de arroz e papel fabriano em moldura caixa de madeira cedro

30x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$2.300 | dupla: R$4.200

IMG_1282.JPG
IMG_1272.JPG
IMG_1277.JPG

TUDO VEM DO MESMO LUGAR | SEM TÍTULO, 2022

Costura sobre feltro e gaze em moldura caixa de madeira cedro

30x20cm (cada)

Obra única 

uni: R$2.100 | dupla: R$4.000

IMG_0788_moldura.jpg
IMG_0784_moldura.jpg

TUDO VEM DO MESMO LUGAR | SEM TÍTULO, 2022

Costura sobre feltro e gaze em moldura caixa de madeira cedro

50x50cm (cada)

Obra única 

uni: R$2.600 | dupla: R$4.900

ENTRE VAZIOS

Tudo que era

Agora

Não é mais

O rosto que estava ali, já não habita mais

Em partes, o todo é pouco a pouco costurado

Cores, formas e texturas unidas em prol do recomeço 

O que está fora é um reflexo do que há dentro

Não temos outra opção senão olhar

Olhar pra dentro

Olhar pro que estamos fugindo faz séculos 

Olhar pro que dói

 

Essa é uma oportunidade de fazer diferente

Unidos pelo abismo entre nós 

06.jpg
05.jpg

SEM TÍTULO, 202O

Costura sobre papel Fabriano preto | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em moldura caixa de madeira cedro

70x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.200  | dupla: R$8.100

4.jpg
07.jpg

SEM TÍTULO, 202O

Costura sobre papel Fabriano preto | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em moldura caixa de madeira cedro

70x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.200  | dupla: R$8.100

09.jpg
11.jpg

SEM TÍTULO, 2020

Costura sobre papel Fabriano marrom | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em moldura caixa de madeira cedro

70x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.200  | dupla: R$8.100

10.jpg
08.jpg

SEM TÍTULO, 2020

Costura sobre papel Fabriano marrom | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em moldura caixa de madeira cedro

70x40cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.200  | dupla: R$8.100

18.jpg
19.jpg

SEM TITULO, 2020

Costura sobre papel de arroz | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em caixa de acrílico

69x45cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.600  | dupla: R$8.900

21.jpg
23.jpg
24.jpg

SEM TÍTULO, 2020

Costura sobre papel manteiga | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em caixa de acrílico

70x47cm (cada)

Obra única 

uni: R$4.600  | dupla: R$8.900

2021_12_gabi_gelli_exposicao_0296.jpg
13.jpg
12.jpg

SEM TÍTULO, 2020

Costura sobre papel Fabriano preto | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em caixa de acrílico

70x19cm (cada)

Obra única 

uni: R$3.400  | dupla: R$6.300

14.1.png
15.png

SEM TÍTULO, 2020

Costura sobre papel Fabriano marrom | foto em papel de algodão, gaze, papel de arroz e algodão em caixa de acrílico

70x19cm (cada)

Obra única 

uni: R$3.400  | dupla: R$6.300

IMG_557011 cópia.jpg
IMG_5581.JPG
IMG_557012.jpg
IMG_5586.JPG

IMPULSO, 2021
63x90x3cm
gaze e tinta óleo sobre papel manteiga em caixa de acrílico

uni: R$5.600 | dupla: R$10.700

2021_12_gabi_gelli_exposicao_01551.JPG
2021_12_gabi_gelli_exposicao_0146.jpg
IMG_4766.heic

SEM TÍTULO, 2021

Impressão fine art em papel de algodão com moldura preta

150x96cm

Tiragem de 5

R$8.900

2021_12_gabi_gelli_exposicao_00851.jpg

SUTURO ONDE DÓI

nas chuvas posso ver 

os ciclos 

onde tudo se repete 

e isso me acalma

 

imersa no avesso

me dobro e descubro

o que importa

 

suturo onde dói

e olho pro amanhã

com a esperança

de ser melhor

 

o valor não está na perda

está no agora

chuvas_site.jpg
IMG_2898.HEIC
insta1.jpg
IMG_2899.HEIC
insta3.jpg

SUTURO ONDE DÓI, 2021

61x97x3,5cm (cada)

Díptico 

Obra única 

R$8.400

AUTORRETRATO

Tempo para construir. Silêncio e um simples corte destrói o que foi e liberta o corpo que agora trama seu caminho em uma outra direção. Um novo rumo onde tudo que se conhece não importa. O corpo continua ali mas não se revela abrindo espaço pro desconhecido. Desprende-se. Coragem de não saber.

trama1.jpg

AUTORRETRATO | TRAMA 7, 2020
76x56cm
foto em papel alfacelulose sobre papel de algodão em
moldura de madeira cedro

R$3.500

IMG_3485 2.JPG
IMG_3480.JPG

AUTORRETRATO | TRAMA 10, 2020
35x37x4cm
foto em papel alfacelulose sobre papel de algodão em
moldura de madeira cedro

R$ 2.800

IMG_3484 2.JPG
IMG_3482 2.JPG

AUTORRETRATO | TRAMA 9, 2020
51x57x4cm
foto em papel alfacelulose sobre papel de algodão em
moldura de madeira cedro

R$ 3.200

ARREPIO

O arrepio é justamente a surpresa.  É o arriscar, é ter coragem de não saber mas continuar procurando. Viver no presente sem expectativa e ser surpreendido. 

 

A procura do que me arrepia

IMG_6997.JPG
IMG_7001.JPG

ARREPIO, 2021
77x48cm
linha sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro

tiragem: 3+ p.a

R$ 6.200

VERBO ALÉM DO VERSO

cabe a mim

Compartilhar a vida com alguém é incrível, dividir as conquistas, chorar as derrotas mas essa história de metade da laranja é uma roubada, porque se o outro vai embora só resta meio. Precisamos dar conta da nossa inteireza, porque a troca é muito melhor quando se trata de dois inteiros. 

 

Ser inteiro é uma constante busca, afinal sempre vai existir “a parte que falta”, que não é pra ser preenchida. A parte que falta é o que nos move para o novo, a fazer descobertas, correr riscos, se desafiar. Portanto, cabe a mim ser inteiro na minha incompletude. 

cabeamim.png
IMG_6187 2.JPG

CABE A MIM, 2020
40x45cm
linha e tinta acrílica sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro preta

tiragem: 10 + p.a

R$ 3.800

IMG_2863_moldura.jpg

IMINÊNCIA DO ENCONTRO, 2020
70x34cm
linha e tinta acrílica sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro preta

tiragem: 3 + p.a

R$ 4.100

na ausência crio vínculos 

um acúmulo de incertezas cruciais

desconforto que gera inquietação

 

vivo entre 

o que falta e

o que sobra

 

amadureço

entre a ausência e o acúmulo

IMG_4459.jpg
IMG_4449.JPG

AUSÊNCIA E ACÚMULO
86x76cm
linha e tinta acrílica sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro preta

tiragem: 3 + p.a

R$ 4.400

confia

_MG_2781_moldura.png
_MG_2768.jpg

CONFIA, 2020
100x70cm
linha e tinta acrílica sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro preta

tiragem: 3 + p.a

R$ 4.800

abismo 

IMG_2894_moldura.png
IMG_4225.JPG

ABISMO, 2020
100x70cm
linha e tinta acrílica sobre algodão em moldura baguete de madeira cedro preta

tiragem: 3 + p.a

R$ 4.800

iminência do encontro

ausência e acúmulo

CURA

CURA é alicerce da minha pesquisa no campo artístico. Nasceu a partir do projeto Instante para Sempre que conta a história das cicatrizes das pessoas através de bordados dessas marcas deixadas no corpo. Depois de dois anos dessa pesquisa, compreendi que a cicatriz fazia parte de uma trajetória do trauma e fui atrás para descobrir que trajetória era essa. Entrevistei umas trinta pessoas com histórias traumáticas diversas e meu objetivo era identificar o que havia em comum em todas elas.​ Identifiquei cinco momentos chave que aconteceram com todos os participantes da pesquisa.

O primeiro é o TRAUMA em si, momento em que se é diagnosticado com uma doença, momento do acidente. É uma etapa que conta com imprevisto, com inesperado. É como um vergalhão que atravessa o peito.

trauma1.jpg
trauma.jpg

TRAUMA, 2018
18x18x18cm
cerâmica, tinta acrílica e vergalhão em caixa de acrílico

tiragem: 10 + p.a

R$ 4.200

obs: Os corações da tiragem são sempre diferentes, porque cada um quebra de uma forma, por isso cada peça é única.

eagora.jpg
eagora_close.jpg

E AGORA?, 2018
18x18x18cm
cerâmica e tinta acrílica em caixa de acrílico

tiragem: 10 + p.a

R$ 4.200

obs: Os corações da tiragem são sempre diferentes, porque cada um quebra de uma forma, por isso cada peça é única.

cicatriz.jpg
cicatriz_close.jpg

CICATRIZ, 2018
18x18x18cm
cerâmica e tinta acrílica em caixa de acrílico

tiragem: 10 + p.a

R$ 4.200

obs: Os corações da tiragem são sempre diferentes, porque cada um quebra de uma forma, por isso cada peça é única.

ignicao.jpg
ignicao_close.jpg

IGNIÇÃO, 2018
18x18x18cm
cerâmica, tinta acrílica e linha em caixa de acrílico

tiragem: 10 + p.a

R$ 4.200

obs: Os corações da tiragem são sempre diferentes, porque cada um quebra de uma forma, por isso cada peça é única.

ressignificacao1.jpg
ressig_close.jpg

RESSIGNIFICAÇÃO, 2018
18x18x18cm
cerâmica e tinta acrílica em caixa de acrílico

tiragem: 10 + p.a

R$ 4.200

obs: Os corações da tiragem são sempre diferentes, porque cada um quebra de uma forma, por isso cada peça é única.

trauma

A segunda fase é o E AGORA? Fase de questionamentos e impotência. Você despedaça, sentimento de vítima. Em alguns casos ocorre negação, não se permite sentir tamanho baque, estar vulnerável, ser cuidado.

e agora?

CICATRIZ é a terceira etapa. Momento de reunir os pedaços, ela pode ser física, emocional ou os dois. Sensação de não pertencer no próprio corpo. Tudo está diferente e não vai voltar a ser como antes. Ninguém volta para vida depois de um trauma igual. Ele te muda, faz você repensar tudo. 

cicatriz

A quarta etapa é a IGNIÇÃO, etapa que requer movimento para as engrenagens voltarem a funcionar senão você se instala no lugar de vítima e por ali fica. O instinto de sobrevivência fala mais alto e você encontra uma motivação: a culinária, o desenho, a pintura, o bordado, um esporte, algo que te mantenha vivo, com energia, até o momento em que consegue seguir em frente. Independente, trilhando um caminho em uma nova direção.

ignição

A última fase é a RESSIGNIFICAÇÃO que geralmente ocorre alguns anos após o trauma. Fase de maturidade que permite compreender a razão pela qual você tinha que passar por aquilo. Você não seria quem é hoje se aquele momento não tivesse acontecido. Compreende que a doença não vem para matar ninguém e sim para nos mostrar algo que não estávamos olhando, que a cicatriz é símbolo de força, afinal, só tem cicatriz quem está vivo. Um conforto que transforma, une a força de ter sobrevivido com a resiliência para encarar o que está por vir.

ressignificação

AUSÊNCIA

A cada mão senti meus pés cada vez mais aterrados. O querer controlar, o medo, o pânico são consequências da falta de presença. E esse trabalho trata a causa e não o sintoma, por isso tem sido um processo intenso e enriquecedor. 

 

Não existe atalho. É preciso encarar e atravessar, incluir o medo na trajetória. Tudo que negamos que existe, aumenta. Através de cada mão vou ressignificando meus medos.

 

Foi preciso ficar parada para compreender a importância de estar aqui.

_MG_2125.JPG

AUSÊNCIA II, 2018
47x16x10xm
atadura gessada sobre madeira em caixa de acrílico

tiragem: 5 + p.a

R$ 4.100

obs: Essa obra pode ser personalizada com a sua mão, as mãos de um casal, família, etc. O cliente vem até o ateliê para fazer a sua própria mão.

IMG_7899.JPG

AUSÊNCIA I, 2018
100x80x4cm (cada)
atadura gessada sobre tela

tiragem: 5 + p.a

R$ 6.200 (cada)

R$ 11.800 (díptico)

IMG_5858.JPG

AUSÊNCIA III, 2018
instalação site specific (quantidade de mãos a determinar com o cliente) 
atadura gessada sobre parede

tiragem: 3 + p.a

valor sob demanda

CONFIA | TUDO PASSA

IMG_7891.jpg
IMG_7891.tif

CONFIA | TUDO PASSA, 2019
46x23x3cm
linha sobre papel de arroz em caixa de acrílico

tiragem: 5 + p.a

R$ 2.800 (cada)

R$ 5.300 (dupla)

obs: linha vermelha ou preta